Loading...

5 Pontos de atenção para a saúde financeira da empresa

5 Pontos de atenção para a saúde financeira da empresa

Saúde financeira é sempre um ponto muito discutido entre os empreendedores, porém em quais pontos os empresários precisam ficar atentos para uma boa saúde da empresa?

Primeiramente para abrir uma empresa é fundamental saber quanto de dinheiro será necessário para sustentar a negócio até que ele tenha receita suficiente para alcançar seu Break-Even ou Ponto de Equilibro. Veja mais sobre pontos de equilíbrio.

O empreendedor precisa ter o controle sobre suas operações, fluxos de caixa, conhecer bem seus números e assim conseguir mensurar quando a empresa começará a ter lucro.

Capital de giro, ponto comercial, equipamentos, funcionários, condomínio, internet, materiais de consumo, salário dos sócios, são algumas das necessidades iniciais de muitos empreendimentos.

Apesar de serem muitos os pontos a se atentar, você empreendedor não precisa entrar em pânico, afinal tudo pode ser mensurado, analisado e avaliado antes da abertura da empresa.

O plano de negócios é uma ótima ferramenta para testar todas as possibilidades e variáveis do negócio antes de tomar a decisão de investir tudo o que tem neste novo empreendimento.

Sem querer jamais tirar o valor e a importância do Plano de Negócios, mas buscando simplificar esta ferramenta tão genial que está à disposição dos empresários, podemos dizer que o plano de negócios nada mais é do que perguntas estratégicas que todo empreendedor precisa saber para atestar a viabilidade de um negócio.

  • Qual é o seu produto?
  • Quem é seu público alvo?
  • Quais são seus custos fixos e variáveis mensais e o valor de cada um deles?
  • Quanto de receita mínima e máxima sua empresa consegue alcançar mensalmente?

Estes são questionamentos fundamentais para se ter segurança quanto ao sucesso e desempenho financeiro do empreendimento.

Abaixo detalhamos 5 pontos que precisam ser observados para que a empresa tenha uma boa saúde financeira, assim como, para que seus sócios possam analisar a situação da empresa de forma estratégica sem se preocupar com falta de recursos para suprir as necessidades iniciais do negócio.

1- Capital Inicial:

O capital de giro é o recurso próprio que irá manter a empresa em funcionamento enquanto a não alcança seu ponto de equilíbrio financeiro, que é o momento onde as receitas cobrem as despesas necessárias para o funcionamento da empresa.

O capital de giro, não é só um número, ele tem importância na vida financeira do negócio e evita que inicialmente os sócios precisem pegar capital de terceiro e seja obrigado a pagar juros altos em sua contratação.

2- Ponto Comercial e Condomínio:

Dependendo do tipo de empresa que irá abrir é fundamental a análise de onde a empresa terá sua sede, caso seja uma loja física com atendimento direto ao consumidor final é necessário analisar a circulação de pessoas, horários de pico, público alvo da região, além é claro de analisar muito bem o valor do aluguel e das despesas comuns do prédio ou ponto comercial.

3- Equipamentos:

Mais um custo que deve ser muito bem analisado pelos empreendedores são os equipamentos necessários para o exercício da atividade da empresa. Máquinas, móveis, eletrônicos são alguns exemplos de equipamentos que devem ser adquiridos dependendo da atividade da empresa.

Vale lembrar que os equipamentos e o capital inicial são necessidades que não se anulam, muitas vezes os sócios precisam investir em equipamentos, mas mesmo assim precisam ter um capital inicial em dinheiro para as despesas do dia a dia.

Caso o sócio não possua recursos suficientes para estes dois investimentos é necessário analisar a necessidade da aquisição dos equipamentos com recursos de terceiros e deixar os recursos próprios para ser utilizado como capital de giro.

4- Funcionários e salários dos sócios:

Considerar no fluxo de caixa mensal as despesas mensais e os salários de funcionários é uma situação que o empresário já esta acostumado a considerar, porém considerar o próprio salário fixo mensal não é usual para os empreendedores.

Ouve-se sempre empreendedores falando que não tiram dinheiro da empresa por dois ou três anos e isso até pode acontecer, mas não é o usual na vida dos empreendedores.

Caso os sócios possuam outras fontes de receitas que supram suas despesas pessoais durante o tempo de amadurecimento da empresa é possível os sócios não retirarem dinheiro da empresa nos anos iniciais.

Porém para que os sócios tenham equilíbrio e consigam pensar de forma fria e prática acerca das atitudes a serem tomadas na empresa é fundamental que eles tenham suas despesas pessoais sob controle para que consigam tomar decisões de forma estratégica.

5- Custos e despesas mensais:

A partir de sua abertura a empresa já começa a ter custos e despesas mensais com insumos, produtos para revenda, energia elétrica, internet, material de uso e consumo, ou gastos que não estão muitas vezes atrelados a receita da empresa.

Apesar de todo negócio ter como seu principal objetivo a obtenção de receitas é comum algumas empresas demorarem de 6 meses a 1 ano para adquirir uma clientela fixa e atingir o break-even e precisam ser financiados pelos sócios até que a empresa consiga se sustentar sozinha.

O empresário precisa ter em mente, também, que a área de marketing, vendas e comercial, assim como também a melhoria de equipamentos e um maior investimento na melhoria do ponto comercial são investimentos que muitos empreendedores precisam fazer para que seus negócios prosperem.

Conhecer estes 5 pontos de atenção é fundamental não só para empreendedores iniciantes, mas para os empresários que querem conhecer mais sobre a saúde financeira da sua empresa.

De maneira idêntica, conhecer sobre a importância do capital inicial e das ferramentas, necessárias para a atividade da empresa, antes de empreender faz toda a diferença entre o sucesso e o fracasso do seu negócio.

 

Cognitio gestão financeira de alto impacto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
 
 

× Quer tirar alguma dúvida? Fale conosco