Loading...

Análise Horizontal e Vertical das Demonstrações Financeiras

Análise Horizontal e Vertical das Demonstrações Financeiras

Análise Horizontal e Vertical das Demonstrações Financeiras: Introdução Breve

Você já se perguntou “como posso analisar a contabilidade da minha startup de maneira simples e rápida?”. Nesse sentido a Análise Horizontal e Vertical das Demonstrações Financeiras são muito importantes para avaliar a contabilidade da sua empresa, entender a evolução das contas perante o tempo, e compreender quais contas são mais relevantes.

Neste artigo mostramos o que é a Análise Horizontal e a Análise Vertical. Como calcular e interpretar tais análises na sua startup de maneira simples e direta. Além disso, ressaltamos que usamos como referência livros de contabilidade relevantes na academia científica.

Tabela Resumo da Análise Horizontal e Vertical das Demonstrações Financeiras

Tabela Resumo da Análise Horizontal e Vertical das Demonstrações Financeiras

Análise Horizontal das Demonstrações Financeiras: Definição

De acordo com a autora Diniz (2015) podemos entender a análise horizontal como a análise de uma empresa em um horizonte de tempo, comparando a variação de determinadas contas ao longo do tempo. Adicionalmente à isto, é importante dizer que quando você faz uma análise horizontal é necessário ter ao menos dois demonstrativos contábeis referentes a tempos diferentes para que se possa fazer as comparações entre as contas.

“A análise horizontal é a comparação feita entre os valores de determinada conta ou grupo de contas, em exercícios sociais diferentes. Basicamente é um processo de análise temporal, elaborado por meio de números-índices (…) (DINIZ, 2015)”.

Achamos relevante lembrar que empresas que possuem ‘sazonalidade’ devem tomar cuidado com a análise horizontal para não comparar meses com vendas muito diferentes, nestes casos é preferível comparar 1 ano calendário inteiro com outro ano calendário inteiro.

Para melhor esclarecer trazemos a definição de sazonalidade em empresas: “Em poucas palavras, sazonalidade é a qualidade de tudo aquilo que é sazonal. No caso específico do mercado, diz respeito a qualquer produto ou serviço sujeito às flutuações de demanda do consumidor, geralmente ao longo de um ano. Essas flutuações têm as mais diversas origens (Endeavor, 2015)”.

definição mastigada analise horizontal

Análise Horizontal das Demonstrações Financeiras: Formula

Análise Horizontal = (Valor da Conta Momento 1 / Valor da Conta Momento 2) * 100

Com base nas palavras de Assaf Neto (2003) com a análise horizontal podemos avaliar a evolução de diversos itens de demonstrações contábeis em diferentes momentos de tempo. Nesse sentido, o autor cita um exemplo dizendo que podemos analisar a evolução das vendas e dos lucros brutos de uma organização, comparando os últimos três anos de demonstrações contábeis de maneira fácil usando a análise horizontal.

Análise Horizontal das Demonstrações Financeiras: Exemplo Prático

Com base na tabela abaixo fornecida no Livro Análise de Demonstrações Financeiras de Natália Diniz (2015) exemplificamos abaixo como usar a análise horizontal nos demonstrativos contábeis de sua empresa usando a fórmula fornecida acima.

Análise Horizontal das Demonstrações Financeiras Exemplo Prático

De 2012 para 2013 temos:

Vendas Líquidas = (83.295/87.615)*100= 95,07

Lucro Bruto = (20.413/26.780)*100 = 76,2

De 2012 para 2014 temos:

Vendas Líquidas = (86.470/87.615)*100= 98,7

Lucro Bruto = (40.258/26.780)*100 = 150,3

De 2012 para 2015 temos:

Vendas Líquidas = (95.738/87.615)*100 = 109,3

Lucro Bruto = (43.815/26.780)*100 = 163,6

Com base em todos os cálculos mostrados acima temos a seguinte tabela resumo mostrando a análise horizontal das contas vendas líquidas e lucro bruto:

Livro “Análise de Demonstrações Financeiras” da autora Natália Diniz (2015) 2

Com base na tabela acima o empreendedor pode analisar a evolução das contas em análise conforme o tempo. Ficando claro que as vendas líquidas diminuíram percentualmente nos anos de 2013 e 2014 comparado a 2012, contudo a mesma conta aumentou em 2015 também comparado a 2012. Da mesma forma é possível analisar a evolução da conta lucro bruto.

A ‘análise horizontal’ nos mostra neste exemplo que apesar de no ano de 2014 ter ocorrido uma receita menor o lucro do período foi maior, mostrando um melhor resultado para a empresa. Através desta análise a startup consegue ter maior visão da eficiência da empresa no ano de 2014.

Com isso, de maneira fácil você empreendedor pode ver que a análise horizontal pode ser realizada de maneira muito simples para saber a evolução de uma determinada conta ao decorrer do tempo.

Análise Vertical das Demonstrações Financeiras: Definição

Continuando, a Análise Vertical (AV) também compara contas de demonstrativos contábeis, assim como a análise horizontal.

Contudo, a AV compara contas diferentes do mesmo demonstrativo contábil e no mesmo período de tempo. 

“A análise vertical se baseia em valores percentuais calculados das demonstrações financeiras. Isso é feito dividindo-se o valor de cada conta por um valor-base. No caso do Balanço Patrimonial, segundo Matarazzo (2010), calculamos o percentual de todas as contas em relação ao Total do Ativo (lembre-se de que este é igual ao Total do Passivo). Já no caso da Demonstração do Resultado do Exercício, o percentual é calculado dividindo-se as contas pela Receita Líquida de Vendas, uma vez que a Receita Bruta é passível de deduções”(Diniz, 2015).

Como conclusão, usando a AV é possível analisar quais contas são as mais importantes nos demonstrativos contábeis (demonstração do resultado do exercício, balanço patrimonial e etc).

Com base no autor Marion (2010), ao realizar a divisão de uma conta de um demonstrativo contábil por outro, usando dados de um mesmo período, os nossos olhos leem os dados no sentido vertical. Com isso, essa análise é chamada de análise vertical ressalta Diniz (2015). 

definição-mastigada-analise-vertical

Análise Vertical (AV) das Demonstrações Financeiras: Formula

AV do Balanço Patrimonial = (Valor da Conta Analisada * 100) / Total do Ativo ou Passivo

AV da Demonstração do Resultado do Exercício = (Valor da Conta Analisada * 100) / Receita Líquida de Vendas

Exemplo Prático Análise Vertical das Demonstrações Financeiras

Para exemplificar melhor a AV olhe as tabelas abaixo que representam os dados do Balanço Patrimonial e da Demonstração do Resultado do Exercício de uma empresa fictícia.

Todas as contas do Balanço Patrimonial e da Demonstração do Resultado do Exercício dessa empresa Fictícia foram foram analisadas com a Análise Vertical e o resultado das contas estão da coluna “AV” da mesma forma você como empreendedor pode fazer essas contas para sua empresa.

Análise Vertical das Demonstrações Financeiras Exemplo Prático

Livro “Análise de Demonstrações Financeiras” da autora Natália Diniz (2015).

Com base na Análise Vertical desta empresa fictícia podemos notar que a conta mais relevante do Balanço Patrimonial da mesma é o Ativo Permanente representando mais de 50% do Ativo Total. Nesse mesmo sentido, a conta que mais relevante da Demonstração do Resultado do Exercício é o CMV “Custo da Mercadoria Vendida” representando sempre mais de 60% nos anos analisado.

Por fim, destacamos a importância de se comparar a análise vertical de anos diferentes para que se possa ter noção da evolução das contas no tempo. Nesse sentido, notamos que o Ativo Permanente da empresa analisada vem aumentando conforme o tempo. Além disso, a conta CMV vem também aumentando durante o tempo.

Análise Horizontal e Vertical das Demonstrações Financeiras: Comparando As Análises

O autor Ribeiro (2009) enfatiza que a Análise Horizontal e Vertical devem ser usadas de forma complementar entre si e entre outros indicadores econômicos financeiros da empresa. Você pode estudar um pouco mais sobre esses outros indicadores contábeis no nossa artigo sobre Indicadores da Contabilidade Gerencial onde resumimos de forma concisa todos os bons indicadores que toda startup deve sempre ter em mãos para garantir uma boa gestão da empresa.

Assim, Matarazzo (2010) enfatiza a importância de usar a Análise Vertical e Horizontal de forma complementar uma a outra.

Podemos dizer que a ‘análise horizontal e vertical’ devem ser vistas através da sua utilidade no dia-a-dia da startup, mostrando informações que passariam despercebidas.

Considerações Finais Sobre Análise Horizontal e Vertical das Demonstrações Financeiras

Por fim, achamos importantes enfatizar que: “As análises vertical e horizontal, isoladamente, não dão uma visão profunda sobre determinada organização. Porém, elas proporcionam ao analista uma compreensão melhor sobre a estrutura da organização, suas fontes de recursos entre Passivo Exigível e Patrimônio Líquida” (Diniz, 2015). 

Ficou claro que com a Análise Horizontal você pode ter uma noção mais clara da evolução das contas contábeis da sua startup conforme o tempo. Por outro lado com a Análise Vertical você pode compreender quais contas dos demonstrativos contábeis de sua empresa são mais importantes no sentido de grandeza.

Assim sendo, considerando todos as Análises Vertical e Horizontal e as suas importâncias para a gestão financeira de sua empresa precisamos mostrar o quão importante é a necessidade de ter os dados dos passivos e Ativos do Balanço Patrimonial muito bem contabilizados além dos demais relatórios contábeis.

Tendo sua contabilidade em dia será muito mais fácil para você como gestor de uma startup/empresa analisar c sua empresa e tomar boas decisões gerenciais. Nisso nós da Cognitio podemos te ajudar entre em contato conosco pelo telefone (11) 3042-8522 e tenha uma contabilidade sempre em dia para realizar suas análises e aumentar seus lucros.

Referência Usadas Sobre Análise Horizontal e Vertical das Demonstrações Financeiras

  1. DINIZ. Natália. Análise das Demonstrações Financeiras. Estácio. Primeira Edição. Rio de Janeiro, 2015.
  2. ASSAF NETO, Alexandre. Finanças corporativas e valor. São Paulo: Atlas, 2003. 
  3. MATARAZZO, Dante Carmine. Análise financeira de balanços: abordagem gerencial. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010. 
  4. RIBEIRO, Osni Moura. Estrutura e análise de balanços fácil. 8. ed.São Paulo: Saraiva, 2009.
  5. Endeavor (2015). Sazonalidade: dicas para se dar bem. Acesso em: 02/07/2020. Disponível em: https://endeavor.org.br/vendas/sazonalidade/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
 
 

× Quer tirar alguma dúvida? Fale conosco