Loading...

Como estruturar os processos financeiros da minha startup

Como estruturar os processos financeiros da minha startup

Introdução

Introdutoriamente, ressalto que esse texto é para você que anda se perguntando “Como estruturar os processos financeiros da minha startup”.

Com isso, se você se encaixa nas questões abaixo, este texto é para você:

  • Você quer ter uma startup com os processos financeiros bem definidos
  • Sua startup precisa ter um modelo financeiro sustentável para o futuro
  • Você quer evitar que sua empresa fique com problemas financeiros no futuro

A princípio, startups que estão buscando investimentos de Venture Capital ou até mesmo aquelas que já tem tais investimentos devem ter um processo de gerenciamento de suas finanças bem definido. Nesse sentido, seus desafios como empreendedor irão progredir conforme cada etapa que sua startup passar.

Como estruturar os processos financeiros da minha startup: Quais são as funções financeiras de uma startup?

Para melhor entender as tarefas financeiras da sua startup é importante que você saiba quais são as funções financeiras de sua empresa:

  1. Pagamento: ter certeza de quais pagamentos devem ser feitos e dos seus cálculos corretos;
  2. Gerenciamento de fluxo de caixa: gerenciamento constante dos pagáveis e recebíveis
  3. Controle de crédito: ter certeza de que os clientes estão pagando suas contas em dia
  4. Financiamento: fornecer relatórios para investidores e fundos de financiamento
  5. Planejamento estratégico: identificar riscos, oportunidades, custos associados com o modelo e plano de negócio
  6. Etc

Como estruturar os processos financeiros da minha startup: O que terceirizar e o que não terceirizar?

É importante para sua startup saber o que é relevante ser internamente feito pelo seu time e o que pode ser terceirizado, reduzindo custos e aumentando o tempo que seu time terá para focar em suas atividades.

Além de terceirizar as tarefas você pode pedir orientações para um mentor financeiro de confiança e com experiência que poderá te ajudar com as necessidades de seu negócio. Nesse sentido, essa pessoa deve ser:

  • Alguém de confiança
  • Alguém possivelmente familiar com seu negócio

Como estruturar os processos financeiros da minha startup: Preciso de um financeiro interno?

Saber quando é necessário e quem é necessário ter no seu time interno cuidando do seu financeiro é essencial. Assim, reconheça que em algum momento sua startup precisa ter um responsável financeiro interno, um Gerente Financeiro, Controlador Financeiro, nem que seja para trabalhar “part-time”, ter alguém interno para gerenciar isso pode ser importante para sua empresa, além de terceirizar. Pois, essa pessoa irá facilitar o entendimento financeiro da sua empresa, além de facilitar o relacionamento com os seus fornecedores terceirizados de serviços financeiros.

Além disso, contratar alguém mais sênior para ser seu CFO (Chief of Financial Officer) pode ser uma necessidade em um estágio de evolução da sua startup, pois esta pessoa irá te ajudar a montar um modelo de gerenciamento dos seus processos financeiros que facilitará o processo de atração de financiamento maiores.

Uma vez que sua startup estiver crescendo mais e mais, será necessário montar um time maior.

Como estruturar os processos financeiros da minha startup: Três razões para ter os processos financeiros bem definidos

De forma complementar, para entender quais razões explicam a necessidade de ter os processos financeiros bem definidos consultamos um artigo da Ernst & Young Internacional ressalta os seguintes pontos:

  1. Você precisa ter um negócio economicamente viável. Pois, verificando e validando o seu negócio no mercado você terá uma operação sustentável. Nesse sentido, é importante saber planejar e entender o futuro da sua startup, quais são os possíveis caminhos financeiros, qual é o melhor e o por cenário para seu fluxo de caixa, lucro e financiamento?
  2. Você precisará de financiamento para crescer o seu negócio e atingir escalas maiores de operação. Com isso, evidentemente que os financiadores, sendo eles bancos, investidores anjos, instituições de venture capital e etc irão requerer que você forneça-os informações financeiras bem organizadas.
  3. Os seus “shareholders” ou o mais conhecidos “sócios acionistas” irão requisitar informações financeiras para entender a real situação da sua startups e poderem avaliar o desempenho da mesma.

Como estruturar os processos financeiros da minha startup: Conheça duas abordagens de modelagem financeira

Top Down Forecasting

Primeiramente, o “Top Down Forecasting” ou “previsão de vendas de cima pra baixo” prevê o potencial de mercado e vendas que sua startup pode atingir, utilizando como norte o tamanho do mercado, ou seja, você irá analisar os dados do mercado para entender o potencial de vendas futuras que sua empresa tem.

Bottom up Forecasting

Por outro lado, o “bottom up forecasting” ou previsão de vendas de cima para baixo, analisa o potencial de vendas da sua empresa considerando os dados financeiros internos e analisando o seu potencial de crescimento. 

Assim sendo, há a possibilidade de utilizar as duas informações de forma complementar para melhor modelar a previsão das vendas e do fluxo de caixa de sua startup.

Comprovação

Não importa se você irá usar somente um tipo de dado ou vários tipos de dados para modelar as finanças futuras de sua startup, sempre é importante lembrar que os dados que você utilizar devem ter uma “prova” para que embase seus argumentos de maneira verossímil, podendo ser:

  • Pesquisa de mercado
  • Pesquisa de volume de buscas da internet
  • Contratos com clientes
  • Validação de preço
  • Histórico de vendas
  • Trafico do website
  • Processos financeiros essenciais
  • Todos processo financeiro tem pelo menos 3 rotinas:
  • Controle de lucros e perdas: performance metricas como EBITDA, margens
  • Balanço: visão geral do balanço da empresa
  • Fluxo de caixa: controle de entradas e saídas

Finalmente, tais rotinas processuais serão responsáveis basais de informação para diversos shareholders e stakeholders da sua startups, como outras áreas da sua startup, bancos, possíveis investidores.

Como estruturar os processos financeiros da minha startup: Sobre os Indicadores financeiros

Em geral, ter um bom processo e modelo financeiro para sua startup te ajudará a entender quais são os indicadores financeiros relevantes para o estágio do seu negócio. Nesse sentido, temos um artigo falando somente destes indicadores. E além disto, fazer o acompanhamento constante de tais métricas, possibilitando assim a tomada de decisões táticas e precisas. Nesse sentido temos os exemplo trabalhados em um artigo em específico, mas apresentamos alguns abaixo:

  • EBITDA
  • LTV
  • CAC

Como estruturar os processos financeiros da minha startup: Pontos Importantes

Complementarmente, pode ser aconselhável realizar verificações no seu modelo financeiro para evitar armadilhas comuns nos modelos financeiros de startups. Você pode encontrar dez erros comuns abaixo:

  1. Uma incompatibilidade entre o modelo financeiro e o plano de negócios: um modelo financeiro deve ressoar com a estratégia geral de negócios
  2. Projeções de receita super otimistas ou muito pessimistas: confira a seção “Receitas” sobre como prever vendas
  3. Uma necessidade de financiamento que não é adequadamente explicada: inclua uma discriminação dos custos
  4. Pressupostos subjacentes que não estão claramente definidos: você deve fornecer esclarecimentos ou provas aos números
  5. Não há funcionários suficientes como parte da previsão de pessoal: não subestime o número (e os custos) de funcionários necessários para criar uma empresa em rápido crescimento
  6. Projeções de receita que não estão alinhadas com o tamanho do mercado: por definição, as receitas não podem ser maiores que o tamanho do mercado
  7. Despesas operacionais que estão sendo deixadas de fora: verifique se as despesas estão alinhadas à sua estratégia
  8. Despesas operacionais desalinhadas com as receitas previstas: verifique se as despesas ressoam com as receitas
  9. Nenhuma visão realista das margens bruta, EBITDA e líquida: ao conversar com investidores, esteja sempre preparado para responder perguntas sobre suas margens atuais e esperadas
  10. Desconsiderando a importância do capital de giro: não subestime o efeito das condições de pagamento em sua necessidade de financiamento

Como estruturar os processos financeiros da minha startup: Como o processo financeiro pode me ajudar para buscar financiamento?

De forma geral, grande parte dos empreendedores de startups buscam formalizar os seus processos financeiros para que possibilite uma maior chance de financiamento de seus negócios.

Nesse sentido, há duas formas gerais de se obter financiamento, são elas: através de um débito e através de troca por equity.

Para melhor explicar, o financiamento via débito é quando você obtém financiamento diretamente em um banco por exemplo, em troca de uma taxa de juros para o banco, mas sem retorno em participação societária. Ou seja, o banco não se tornará em um dono da sua startup, e que traz algumas vantagens como:

  • Maior controle da companhia pelos sócios
  • Maior disciplina do time de gerenciamento devido ao limite do fluxo de caixa

Por outro lado, um exemplo de financiamento por quity seria um investidor anjo e/ou Venture Capital investindo na empresa em troca de participação societário, o que tem suas características, como:

  • Perda de controle societária da startup
  • Aquisição de know-how de um possível gestor mais eficiente

Considerações Finais 

Por fim, neste artigo você pode compreender mais como estruturar os processos financeiros da sua startup, compreendendo diversos aspectos desse tema complexo, como:

  1. Funções financeiras
  2. O que terceirizar
  3. Razões para ter um processo financeiro definido
  4. Abordagens de modelagem financeira
  5. Indicadores financeiros
  6. Pontos importantes da estruturação

Por fim, ficou evidente a complexidade do tema ‘como estruturar os processos financeiros de uma startups. Para que você tenha sucesso nesse processo é importante que você tenha o domínio desse assunto e tenha gente especializada do seu lado, sendo uma possibilidade contratar um fornecedor externo para te ajudar nesse processo. Nesse sentido, é importante selecionar um bom fornecedor, não o mais barato, que tenha uma boa proposta e um bom contrato para ambas as partes garantindo assim uma boa qualidade nos serviços contábeis além da redução de custos.

Além disto, é muito relevante tratar o relacionamento com o seu fornecedor de forma ganha-ganha para que ambos tenham vantagens competitivas no mercado. Assim, através dessa parceria ambas podem focar em suas atividade-chave. Assim sendo, nós da Cognitio podemos te ajudar entre em contato conosco pelo telefone (11) 3042-8522 e comece agora a estruturação dos processos financeiros da sua startup com qualidade e um bom relacionamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
 
 

× Quer tirar alguma dúvida? Fale conosco