Loading...

Outsourcing Financeiro Para Startups

Outsourcing Financeiro Para Startups

Outsourcing financeiro para Startups: Uma Breve Introdução

O que significa o termo outsoursing e qual a sua importância em startups

De antemão, se você já se perguntou algo do tipo “Como posso terceirizar tarefas financeiras na minha startup e poder focar nas atividades principais ”, logo podemos dizer à você que o Outsourcing Financeiro Para Startups é a resposta para a sua pergunta.

Nesse sentido, como dito por Pontes (2015) o Outsourcing tem sido um processo que tem tido grande impacto em termos de gestão empresarial, nomeadamente em termos de vantagem estratégica, e como forma de conseguir obter mão-de-obra especializada.

Assim, neste artigo explicamos:

    1. O que é o conceito de outsourcing;
    2.  O que é o Outsourcing Financeiro para Startups;
    3. Como funciona o Outsourcing Financeiro para Startups
    4. Como acontece o Outsourcing Financeiro para Startups;
    5. Dicas para uma estratégia de sucesso no Outsourcing Financeiro para Startups;
    6. Riscos do Outsourcing Financeiro para Startups;
    7. Por onde começar com o Outsourcing Financeiro para Startups;

O que é Outsourcing 

Primeiramente, achamos interessante definir o que é Outsourcing para de fato entender o que é o Outsourcing Financeiro para Startups. Nesse sentido, esse conceito é conhecido no mercado como um acordo onde uma startup/empresa contrata outra empresa para ser responsável no planejamento e operação de certas atividades que poderiam ser desempenhadas internamente pela startup/empresa. Contudo, estrategicamente é mais interessante que tais atividades sejam terceirizadas.

Definilção de outsoursing terceirização para srtartups

Por fim, é importante ressaltar que o termo “outsourcing” pode se traduzido de forma literal do inglês que significa “out = fora” e “sourcing = fonte de recurso”. Assim sendo, podemos entender que o termo significa: buscar recursos para a startup de origens externas.

O que é Outsourcing Financeiro para Startups

Nesse caminho do outsourcing sua startup pode buscar recursos externos para realizar as tarefas relacionadas à parte financeira e assim ter mais tempo para focar nas atividades chave da startup.

Contudo, uma questão é importante ser levantada é a capacidade da sua empresa de terceirizar os serviços financeiros.

  1. Primeiro: erá que sua empresa está preparada para terceirizar esse tipo de tarefa e funções?
  2. Segundo: sua empresa terá mais vantagens em terceirizar essas tarefas?
  3. Terceiro, a gestão financeira da sua startup seria melhor gerida se fosse feita por um colaborador externo?

O que é o outsoursing financeiro para startups

Por fim, existem diversas startups no mercado que tomam de conta de atividades de maneira interna. Que por outro lado, poderiam ser realizadas de maneira externa com uma qualidade maior, menor custo e por vezes sobrando mais tempo para que a startup focasse nas suas atividades fim. Logo, assim as startups poderiam aumentar sua produtividade

Como o Outsourcing Financeiro para Startups funciona

A princípio, o Outsourcing Financeiro pode ser encontrado em buscas na internet também através do termo BPO “Business Process Outsourcing“. Alias, o termo em tradução literal do inglês significa “Processos de Negócio Com Recursos Externos”. Logo, podemos entender que BPO significa mapear processos dentro do seu negócio que podem e devem ser realizados com fontes de trabalho externas a sua empresa.

Por fim, pensando no mundo das startups, se diferenciar dos seus concorrentes sempre é uma vantagem e terceirizar atividades secundárias a sua atividade principal é uma maneira de poder focar no que é de fato importante.

Como que de fato acontece a outsourcing financeiro para Startups?

Primeiramente, o fornecedor externo dos serviços financeiros irão analisar o seu negócio, planejar e tocar operacionalmente um processo de gestão financeira para sua startup e coletar as necessidades de informações e ações de sua empresas que sejam necessárias para a realização do serviço.

Por fim, como resultado a sua empresa terá uma gestão financeira muito melhor no quesito de qualidade pois esse fornecedor externo tem como foco a realização desse tipo de serviço e como consequência a sua startup também prestará um serviço com maior qualidade para os seus clientes já que sobrará mais tempo para focar no seu core-business.

Estratégia de sucesso de Outsourcing Financeiro para Startups 

De antemão, ressaltamos que para que se tenha uma estratégia de sucesso de Outsourcing Financeiros para Startup é importante que você entenda qual é o seu core-business, ou seja, qual é a atividade principal da sua empresa? Assim, você saberá diferenciar quais atividades da sua startup são essenciais e importantes nesse sentido você pode fazer uma análise das atividades chave mais profunda sentando com sua equipe interna e debatendo esse tema. Assim, sabendo claramente quais são suas atividades chave destacamos alguns pontos que são fatores muito importantes para o sucesso com o outsourcing financeiro:

  • Saber claramente qual é a visão da sua empresa
  • Saber qual é o plano de negócio da sua startup
  • Escolher o fornecedor certo
  • Ter contato constante com seu fornecedor
  • Construir um bom contrato com seu fornecedor
  • Obter atenção próxima aos problemas que seus funcionários têm com relação aos fornecedores
  • Receber retornos financeiros positivos no curto prazo

Nesse sentido, achamos importante levar em conta a importância de estabelecer uma relação forte de ganha-ganha com o seu fornecedor de outsourcing. Nesse caminho Costa (2003) enfatiza que o tipo de outsourcing estratégico “ganha-ganha”  apresenta a maior correlação com os casos de sucesso na utilização do outsourcing.

Simultaneamente trazemos um ponto de vista do outsoursing como uma aliaça entre empresas.  Assim, “a partir de uma perspectiva estratégica — e não tática de curto prazo —, a implementação do outsourcing permitiria o estabelecimento de uma aliança estratégica. Tal aliança traria, para cada uma das empresas envolvidas, as vantagens competitivas necessárias para a disputa por clientes no mercado atual, através do trabalho em conjunto, na busca por determinados objetivos de negócio. Isso implica compartilhar informações entre as mesmas, como também, dividir riscos e ganhos” (Costa, 2003).

Riscos do Outsourcing Financeiro para Startups

Introduzindo o tema de riscos envolvidos no Outsourcing Financeiro para Startups é importante se atentar que para que se tenha uma boa terceirização dos processos da sua startup você deve tomar alguns cuidados como:

  1. Não focar somente no preço dos fornecedores encontrados;
  2. Se atentar a seriedade do fornecedor, ele te atenderá de maneira séria e dedicada?
  3. Se atentar à transparência do fornecedor, ele irá manter contato constante com você para que você saiba o que está sendo realizado e entregue?
  4. Sua empresa tem alguem interno que poderá se dedicar a manter relacionamento com essas empresas terceirizadas?

4 pontos a serem considerados na contratação de terceirizados para sua startup

Outsourcing Financeiro para Startups Por Onde Começar

De forma inicial, quando falamos de tarefas financeiras dentro de uma startup estamos falando principalmente das seguintes atividades:

    • Pagamentos
    • Compras
    • Transações financeiras
    • Outras atividades operacionais
    • Compliance
    • Relatórios gerenciais
    • Etc

Nesse sentido, todas essas atividades necessitam de profissionais de qualidade com conhecimentos financeiros. Logo, podemos entender que uma startup que deseja crescer no país e no mercado internacional deve ter profissionais de qualidade nesse sentido realizando as tarefas financeiras e principalmente se atentando às necessidades das normas de compliance internacional observados as normas legais da atividade empresarial. Assim sendo, sua empresa evitará cometer desvios, condutas erradas e afins.

Portanto, para aplicar o Outsourcing Financeiro sua Startup precisará encontrar uma boa empresa especializada em outsourcing financeiro para análise completa da sua empresa e aplicação dos processos dentro do seu negócio.

Considerações Finais

Por fim, enfatizamos a importância de se usar o Outsourcing Financeiro para Startups como uma maneira de terceirizar uma tarefa importante porém que não é a atividade-chave de sua empresa.

Com isso, a sua startup poderá ter uma gestão financeira com maior qualidade, com especialistas financeiros cuidando dos processos e por fim sua empresa terá mais tempo e qualidade na gestão das atividades-chave dela.

Para que sua empresa tenha sucesso no Outsourcing financeiro é importante que você encontre um bom fornecedor, que tenha um bom relacionamento e que conforme enfatizado por Costa (2003) é muito relevante tratar o relacionamento com o seu fornecedor de forma ganha-ganha para que ambos tenham vantagens competitivas no mercado através dessa parceria e assim ambas possam focar na sua atividade chave. Nisso nós da Cognitio podemos te ajudar entre em contato conosco pelo telefone (11) 3042-8522 e tenha um outsourcing financeiro para a sua startup sempre com qualidade e com um bom relacionamento constante.

Referências

  1. Wikipedia. Outsourcing (Terceirização). Acesso em: 07/06/2020. Disponível em: https://en.wikipedia.org/wiki/Outsourcing
  2. Sobre Administração. O que é Outsourcing e Como Funciona. Acesso  em: 06/07/2020 Disponível em: www.sobreadministracao.com/outsourcing-o-que-e-e-como-funciona/
  3. Aluguel de Notebook. BPO Para Startups. Acesso em: 07/06/2020. Disponível em: https://alugueldenotebook.com.br/2019/11/04/bpo-para-startups/
  4. Aluga.com. BPO para Startups. Acesso em: 07/06/2020. Disponível em: https://aluga.com/2019/07/24/bpo-para-startups/
  5. SANTILLA. Eduardo. Anderson Group. 5 Ways Startups Benefit from Business Process Outsourcing Services. Acesso em: 07/06/2020. Disponível em: https://andersonbpoinc.com/blogs/5-outsourcing-startup-benefits/
  6. Cepa, Karine Pontes (2015). “O outsourcing enquanto ferramenta estratégica : a percepção de funcionários do setor financeiro : estudo exploratório”. Dissertação de Mestrado, Universidade de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
  7. Costa, F. (2003). Outsourcing estratégico: uma nova perspectiva. Revista de Administração Pública, 37(1), 99-132.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
 
 

× Quer tirar alguma dúvida? Fale conosco